terça-feira, 22 de julho de 2014

Pipocas em câmara gloriosamente lenta

Pipocas, há bastantes razões para gostar delas (doces, é claro), saborosas, fáceis de fazer ou encontrar, são uma bela invenção, uma boa ideia para se comer.

Mas, como é que são feitas? O milho é cozinhado, seja tradicionalmente, no micro-ondas, ou num canhão Chinês (sim, é verdade, um canhão que aquece o milho e acumula pressão suficiente lá dentro para disparar um jacto de pipocas saborosas, não estou a brincar), muito bem, toda a gente sabe disso.

Mas como é que um grão amarelo e duro de milho se transforma numa pipoca branca pronta a comer?

Bem, graças a uma câmara de filmar apropriada e a pessoas com tempo e imaginação para a usar, podemos ver esses grãos a abrirem-se, virarem-se do avesso e a saltarem, todo o processo, momento a momento.

E é estranhamente belo...




2 comentários:

  1. belíssimo, eu adoro pipocas:) doces, claro!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. E eu também, mas têm de ser doces é claro. :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar